1 de outubro de 2007

medo de amar



Tenho medo de amar
tudo que resulte em agonia
Paixões de amores distantes
Caminhos que se dissolvem ao vento
Tempo que hoje não tenho
Noites que chegam solitárias
Mas..adoro ouvir sua voz
teus anseios, medos e fantasias
Sinto sua Íris brilhar no pensamento
Entre um poema e outro
Há em tudo sua beleza transcrita em versos
e depois..que mal há seu eu quiser te amar?
Mas tenho medo.....
Medo de sofrer por te querer
numa explosão de desejos
de sentir sua boca em minha boca
e não conseguir resistir
Pois seu jeito de menina me encanta
me domina, sim!
Sonho acordado, admirado por existir
pessoa tão forte, simples, meiga
mas ao mesmo tempo .... cruel
que apenas um descuido vejo-me ali
jogado aos seus pés
Há uma poesia tua em cada
letra, em cada canto....
Pois você
de mim
só quer AMOR


Boa Semana



dr x




2 comentários:

Parvinha da Silva disse...

Nunca tenhas medo de amar.


Excelente poema. Parabéns

Micha disse...

eita homem apaixonado.
e q imagem perfeita...


/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_.................