23 de dezembro de 2014

CHUVA FINA





Acordei completamente excitado…

Chovia fino

Em cada gotinha da chuva fina na manhã de hoje....

Pensava gostoso em nós dois..

Vestida com uma camisolinha transparente

Cheirosa e super sexy

Trazia para mim o café

Assim eu pensava e desenhava você

Suas curvas, sua boca gostosa

Esse bumbum lisinho com um

Minusculo fio denta
l,

Brilhava meus olhos, me enchendo
 
De tesão

Vindo desfilando só para mim

Ah meu amor quando sua boca

Me devora eu alucino

O sangue corre na veias

O membro endurece

Penetro na sua intimidade

Saciamos os nossos desejos

Dctor

22 de dezembro de 2014

MUDO E SURDO








Desejo ser mudo e surdo
Se o preço da sensatez
É ficar sem saber de você
As dúvidas que não calam
Saudades incontidas em gestos
Choro  e martírio
Me atormentam todos os dias
Com o seu silêncio
A distância só faz estragos
É como pássaros
Que sempre voam
Em retirada, no outono.
Embora não saiba o porque
Relembro todos os abraços
De janeiro a Maio
Amor imenso que é meu vício
Voando agora em precipícios
Com o único objetivo
Onde você for....
Eu te levo comigo

Dctor

17 de dezembro de 2014

MARCADA






O amor faz brilhar as letras
Buscar as sílabas e
Conviver com os verbos
Eu preciso apalpar 
Para interagir com o mundo
No dia escuro as palavras
São vaga-lumes
Com forças nucleares
Se um adolescente 
Se encanta
O que diria de um apaixonado
O seu carinho é um estopim
De felicidades 
Algo mais dentro, mais intenso
Buscarei logo
Escrever um poema
Com a boca grudada numa teta
Com frases, semblantes, diálogos
Com gotas de sêmen
E a marca dos meus dentes

Dctor

16 de dezembro de 2014

Encontros









Nossos encontros
O tradicional
Beijo na boca
Corpo coladinho
Bicos dos seios endurecidos
Cutucando o peito
Melhorou....
Agora devagar sem pressa
É uma delicia sentir 
Nossos corpos esquentar
Devagarinho
A boca molhada saliva amor
Eu confesso,  fico inquieto
Querendo logo me apoderar
Arrancar toda roupa
A lingerie e a calcinha
Mas chego devagar, 
Aquele que parece que quer 
E não quer
Entendo seu jeito de ser
Paro a fobia, mas insisto 
Com a mão deslizando
Pela suas nádegas
Apertando sentindo
Beijando sua boca
O clima esquenta por si
E rola muitas coisas sem 
Que nós nos de conta
Falar coisas no ouvido excita
Aumenta a vontade
Inflama o querer
Tao  eu
Rápido, e já não aguentando, 
Tudo vai embora
Embora entrelaçar nossos corpos 
E colar as nossas bocas
Se jogar no chão
Deixar o corpo queimar
E o tesão explodir

Dctor

15 de dezembro de 2014

me beije mais uma vez










Acabou de me deixar 
Uma marca maravilhosa de Batom
Que boca suave, degustante
Aquele beijo que se traga em bocas
Nem todas me deixam assim
Aceso
Teu amasso sobre meu corpo
Tesão, tesão, tesão gostoso
Pois essa tua boca, tem o gosto
De pecado
Fiquei abusado, saliente
Amor, me beija
Aperte a ponta, e sinta minha sede
Não tente me deter, estou exposto
Loucura que me desequilibra
Aqui vadiando na sua pele
vagando, enquanto sussurro
Palavras aflitas, declamando
Depravação
Querendo você de qualquer jeito
Me beije mais uma vez

Dctorx

11 de dezembro de 2014

Sem parar










Nao passe por mim sem parar....

Seguirei seu passos

Teus  encantos,

Vou te buscar

Esse é meu jeito de amar


Dctorx

9 de dezembro de 2014

ASCENÇÃO








Centímetros de oferta, enlace tenebroso
Assim navego nos atalhos da alma
Sim tudo desconhecido, um mundo novo
Coração não aquece, embora gritante
Não reconhece a ausência do seu toque
Semente se quer lançar
Eis a palavra de segurança
Te amo meu amor
Um simples carinho, ambos nós dois 
Queremos
Quimera prometida, entre tantos desencontros
Ainda que eu dominasse, difícil é segurar
Ascenção da língua, da boca e do fogo
Morramos juntos, nessa entrega de corpo
E alma
Faz-se em êxtase, feito água, feito fogo
Transforma em fera
Em todos os contornos que tem o prazer


DCTORX

28 de novembro de 2014

Novo colorido

 
 
 
 
 
Foi ali que meu coração
Viu e sentiu uma forma gráfica
Esculpida da beleza feminina
Brilhantes enfeitavam seu corpo
Dois mundos se abriram intensamente
O desejo e o amor
Invadiram sem licença meu peito
Um colorido se fez presente
Eu simplesmente adorei e me entreguei
Tentei transcrever numa poesia
E na poesia os pássaros cantaram
Despi-me para beijar a sua boca
O silêncio fez os versos dispararem
Esperança delineando
A maciez dos seus abraços
Sobre sua pele me desenhei
Teu gosto bebi até a última gota
Nem relatarei os arrepios
Que brotaram da satisfação do seu olhar
Porque serão palavras silenciosas
Desse amor lindo que sinto por você
Como é bom te amar

dctorx

27 de novembro de 2014

NOITE INTENSA







A noite esculpe
Nessa cama solitária
Os seus lábios frios
Na minha pele
Então eu sonho 
Nessa atordoante distância
Por uma vida mais intensa
Uma luta sensual sem fim
Quero amor- Agora
Como fogo , que alimenta
Minha alma


DCTORX

3 de novembro de 2014

enfeitiçada















Lambuzada , ela é assim
Me quer de qualquer maneira
Bota lenha, de fala melosa
Faz de tudo e mais um tanto
Se toca feito um instrumento
Se derrete, me ouvindo
Se inflama e me ama
É só a mim que ela pertence
Me atiça, aquece
Mas na hora do gostoso
O gozo é mais quente
Na cama viro fera
Rasgo a calcinha
Rezo e lambo, bem cafajeste
Ela endoidece...
Tão idolatrada, doida
Gritou, berrou
Sem o  minimo decoro
Enfeitiçada, parecia drogada


Dctorx




30 de outubro de 2014

Parecia Santa










Pediu, pediu, que minha língua
Te aquecesse gostoso
Então diante da suas coxas
Quase escorregadias
Eu recitei o verbo amar
Pedia meiga, mas 
Pedia alvoroçada
Deixei parado por alguns 
Instantes e fiquei vendo
Teu corpo todo tremulo
Arrepiu que ecoava,
Enquanto minha boca toda
Salivava
Ajoelhado eu rezei sim
Parecia santa
Parecia dona de si
Mostrou-me  as costas
Nesse momento deixe-me
Calar
Sobrevoei como quem tinha
Asas
E deitei com o  meu jeito
Todo vadio
Derramando o que tinha
De mais quente
O amor

Dctorx

27 de outubro de 2014

DIA FELIZ











Meu dia começou feliz

E assim permanece

Estou além de ter

Um único pensamento

Porque teu sorriso

Abraça e sempre me faz

Tão bem

Aqui,  enauteço suas qualidades

Te desejando porções

De felicidades

Por considerar nobre

A tua presença

E essa grande alegria

Que se mistura com um a

Sensação de paz.....

Muito obrigado

Pelos imensos sorrisos

Estar ao seu lado

Torna qualquer momento

Inesquecível.

Dctor x

26 de outubro de 2014

travessos




Fazer de nós, travessos
E sem juízo
Seu sorriso, teu sarcasmo
A língua que serpenteia
Extravasando os demônios
Sou pele, carne, sou desejo
Sinto a liberdade da sua mão
O tempo todo
Saudade, eu tenho saudade
Te pego pelo chão
Assim, sem trégua
A mão desce pele fresta
Abrindo caminho
Insiste e já goteja
Se ergue num lampejo
Expõem a grossura
Um calor que me queima
Me rendo a sua nudez
A esse corpo que tanto amo


dctorx

25 de outubro de 2014

Tempo de Amar







Me sinta agora, meu amor
Nesse teu lugar mágico
Beijos loucos e alucinados
Meu corpo arrepia enquanto
Minhas mãos te acareciam
Levantando todo o setim
Te deixo sem forças, sem chão
Desfalecida em meus braços
Então te pego e te deito
Com jeito, ternura e fome
Esse momento que me chama
Você a melhor de todas
Sem pressa, sem afobação
Te devoro a carne
A alma queima
A vontade estrapola
Me retalho em escândalos
Te bebo,  te consumo
O impensado foi materializado
Delícia de pecado
Quando só tem hoje
Jamais podemos desperdiçar
Esse tempo de amar

Dctor x



24 de outubro de 2014

SEU SEDUTOR






SEU SEDUTOR

Vivida num abraço
Fui seu sedutor do mundo
Me deixaste pelas montanhas
Porque voei enquanto tinha céu
Não me apavorei, pois minha alma 
Escrava já estás
Sou anjo de Vênus
Mensageiro, que exala o amor
Aqui o lugar é perfeito
Me entrego aos seus beijos
A sua tara, a sua fome
Nosso amor não é mito
Nos deixa ondas
Marolas, fortes e constantes
E a certeza de nos vermos
Mais outras vezes



dctor x

16 de outubro de 2014

o corpo pede um drink






O CORPO PEDE UM DRINK



Você fica tão bem de vermelho
Amor depositado, ferozmente
Fissura transpassa, os limites
Da racionalidade
Aperto minha boca, rangendo os
Dentes, salivando
Corpo em perfume, abraço
Extraindo toda tua força
Assim quando duas partes
Se juntam, podemos chegar
Até as estrelas
É tão lindo, rabiscar
Esse nosso viver
Na malicia desse amor,
O corpo pede um drink
Um toque a língua
Até chegar ao lugar do sol
Ao longe um mar que me chama
Lençóis, travesseiros, roupas
Nada mais está no lugar


Dctorx


24 de setembro de 2014

DÚVIDAS







DÚVIDAS



Dúvidas sinceras
Para meu corpo
Vejo que ela suga
Suas vontades
Deixei apenas um manto
Sobrepondo minha nudez
Ando-me,  doando-me, 
Mas te querendo
Adoro essa carinha de anjo
De demônia, de predadora
Burlando insistente, guardando
Aquele grito na garganta
Sinto-me envolto
Por sua alma,
Pelos seus desejos
Talvez seja verdade
Esse teu olhar vadio
Tudo fica mais gostoso
Excitante, sorrateiro
Vem descortinar
Meu mundo


Dctor x

19 de setembro de 2014

DORES DE SAUDADE









DORES DE  SAUDADE

Saudade, é uma palavra sofrida
Saudade é um sentimento que
Fascina, machuca e doí
Um dos sentimentos difíceis
De se livrar
Só não sente saudades
Quem nunca deparou com o amor
Gostoso é matá-la
Beijos, colo e abraços
Tua voz encantando meus ouvidos
Mãos no cabelo
Vem logo transbordando a alegria
E o sorriso nos lábios
Me proíbo de sentir assim
É como passar a vida e não viver
Preciso ter você , coladinha
E dentro de mim
Coração  alegre, em harmonia
Busco pintar essas dores
Com o nome de amor


Doctor

18 de setembro de 2014

respirar amor








RESPIRAR AMOR

Nossas vidas, que dura missão 

Essas de todos os dias
Talvez você não saiba
Muito de mim
Procuro e tento levar
O tempo para onde eu quero
Te esquecer jamais
Vou te contar um segredo
Você me deixa feliz
Paixão assim 
Eu tenho certeza, nunca vivi
Misturas  de sorrisos
Lágrimas e de ciumes
Os compromissos que 
nos tiram a liberdade
Na verdade é duro 
controlar sozinho
Não consigo lidar
Não sei o que fazer
Cai nos braços da emoção
O martírio das horas
Tua constante ausência
Sinto agonia no peito
Preciso suas mãos pegar
Dar um longo e delicioso beijo
Preciso respirar AMOR


Dctor

17 de setembro de 2014

ENFEITIÇADA










ENFEITIÇADA






Lambuzada , ela é assim

Me quer de qualquer maneira
Bota lenha, de fala melosa
Faz de tudo e mais um tanto
Se toca feito um instrumento
Se derrete, me ouvindo
Se inflama e me ama
É só a mim que ela pertence
Me atiça, aquece
Mas na hora do gostoso
O gozo é mais quente
Na cama viro fera
Rasgo a calcinha
Rezo e lambo, bem cafajeste
Ela endoidece...
Tão idolatrada, doida
Gritou, berrou
Sem o  minimo decoro
Enfeitiçada, parecia drogada

Dctorx

16 de setembro de 2014

semi deus















SEMI DEUS


No meu sono estava



Despido de roupas

Nada parecia cobrindo

Meu corpo

Na minha derme,

Altas temperaturas

Minha alma se nutri

Da sua essência

O vício de querer sentir

Sua língua e o arrepio,

Deságua no Olimpo

Pássaros revoam, 

Amanhece o dia

Esperança de acordar

Para ver-te nua

Neste corpo tão perfeito

Envolver-me sem medo 

Ou vergonha

Num banquete explícito

Ainda que eu te deseje

Sou apenas um Semi-Deus

Dctor


20 de agosto de 2014

momento de felicidade









Momento de felicidade




Percebo aqui, um coração tranquilo
Calmo responsável  e observador
Taça cheia de alegrias
Preste a transbordar
Então vejo a vida sorrir
Com uma grandeza de felicidade
Tesouro, guardado dentro
Dos seus olhos
Eu digo, meu Deus
Ela está mais bonita assim
Era uma menina, que brincava
De verão
Nunca sentia tristezas
Aproveitando bem
As alegrias e os prazeres
Braços dados,  afeto comum
Momentos especiais com você
Pessoas desiguais
Jamais se cruzam


Dctor x

12 de agosto de 2014

FALTOU VOCê








FALTOU VOCÊ


Minta com sutileza, 
Me deixe vermelho
Feliz e esperançoso
Aguardei tanto e não ouve chegada
Mentiras de amor arranham 
Mas não machucam
Viver é encher o peito de esperança
Confiar em Deus
E seguir em frente
Olhar em cada improvável esquina
E se confundir todo,
Lamentando a saudade
Optar pela segunda hipótese
Realmente é um sofrimento
Mas para que se iludir
Que Eu tenho você
Não vai abrir espaços
E nem Inspirar paixão
E sim,
Só esfriar o desejo



Dctor