23 de dezembro de 2014

CHUVA FINA





Acordei completamente excitado…

Chovia fino

Em cada gotinha da chuva fina na manhã de hoje....

Pensava gostoso em nós dois..

Vestida com uma camisolinha transparente

Cheirosa e super sexy

Trazia para mim o café

Assim eu pensava e desenhava você

Suas curvas, sua boca gostosa

Esse bumbum lisinho com um

Minusculo fio denta
l,

Brilhava meus olhos, me enchendo
 
De tesão

Vindo desfilando só para mim

Ah meu amor quando sua boca

Me devora eu alucino

O sangue corre na veias

O membro endurece

Penetro na sua intimidade

Saciamos os nossos desejos

Dctor

22 de dezembro de 2014

MUDO E SURDO








Desejo ser mudo e surdo
Se o preço da sensatez
É ficar sem saber de você
As dúvidas que não calam
Saudades incontidas em gestos
Choro  e martírio
Me atormentam todos os dias
Com o seu silêncio
A distância só faz estragos
É como pássaros
Que sempre voam
Em retirada, no outono.
Embora não saiba o porque
Relembro todos os abraços
De janeiro a Maio
Amor imenso que é meu vício
Voando agora em precipícios
Com o único objetivo
Onde você for....
Eu te levo comigo

Dctor

17 de dezembro de 2014

MARCADA






O amor faz brilhar as letras
Buscar as sílabas e
Conviver com os verbos
Eu preciso apalpar 
Para interagir com o mundo
No dia escuro as palavras
São vaga-lumes
Com forças nucleares
Se um adolescente 
Se encanta
O que diria de um apaixonado
O seu carinho é um estopim
De felicidades 
Algo mais dentro, mais intenso
Buscarei logo
Escrever um poema
Com a boca grudada numa teta
Com frases, semblantes, diálogos
Com gotas de sêmen
E a marca dos meus dentes

Dctor

16 de dezembro de 2014

Encontros









Nossos encontros
O tradicional
Beijo na boca
Corpo coladinho
Bicos dos seios endurecidos
Cutucando o peito
Melhorou....
Agora devagar sem pressa
É uma delicia sentir 
Nossos corpos esquentar
Devagarinho
A boca molhada saliva amor
Eu confesso,  fico inquieto
Querendo logo me apoderar
Arrancar toda roupa
A lingerie e a calcinha
Mas chego devagar, 
Aquele que parece que quer 
E não quer
Entendo seu jeito de ser
Paro a fobia, mas insisto 
Com a mão deslizando
Pela suas nádegas
Apertando sentindo
Beijando sua boca
O clima esquenta por si
E rola muitas coisas sem 
Que nós nos de conta
Falar coisas no ouvido excita
Aumenta a vontade
Inflama o querer
Tao  eu
Rápido, e já não aguentando, 
Tudo vai embora
Embora entrelaçar nossos corpos 
E colar as nossas bocas
Se jogar no chão
Deixar o corpo queimar
E o tesão explodir

Dctor

15 de dezembro de 2014

me beije mais uma vez










Acabou de me deixar 
Uma marca maravilhosa de Batom
Que boca suave, degustante
Aquele beijo que se traga em bocas
Nem todas me deixam assim
Aceso
Teu amasso sobre meu corpo
Tesão, tesão, tesão gostoso
Pois essa tua boca, tem o gosto
De pecado
Fiquei abusado, saliente
Amor, me beija
Aperte a ponta, e sinta minha sede
Não tente me deter, estou exposto
Loucura que me desequilibra
Aqui vadiando na sua pele
vagando, enquanto sussurro
Palavras aflitas, declamando
Depravação
Querendo você de qualquer jeito
Me beije mais uma vez

Dctorx

11 de dezembro de 2014

Sem parar










Nao passe por mim sem parar....

Seguirei seu passos

Teus  encantos,

Vou te buscar

Esse é meu jeito de amar


Dctorx

9 de dezembro de 2014

ASCENÇÃO








Centímetros de oferta, enlace tenebroso
Assim navego nos atalhos da alma
Sim tudo desconhecido, um mundo novo
Coração não aquece, embora gritante
Não reconhece a ausência do seu toque
Semente se quer lançar
Eis a palavra de segurança
Te amo meu amor
Um simples carinho, ambos nós dois 
Queremos
Quimera prometida, entre tantos desencontros
Ainda que eu dominasse, difícil é segurar
Ascenção da língua, da boca e do fogo
Morramos juntos, nessa entrega de corpo
E alma
Faz-se em êxtase, feito água, feito fogo
Transforma em fera
Em todos os contornos que tem o prazer


DCTORX