16 de dezembro de 2005

Lembranças

Bom dia galera, bom dia....

As vezes demoro um pouco pra postar, pois não gosto de cair na mesmice de todos os blogs, que muitas vezes, comentam a mesma coisa...o mesmo assunto...e muiiiiiiiiitas vezes, me recuso a comentar sobre fatos, coisas, e pessoas que estão em evidência na mídia, pois elas não mereçem aparecer no meu blog...

Mas um assunto, é de certa forma, sempre atual...nossas recordações...

Esteve em minha loja, logo cedo, um cliente perguntando preços...tão logo me viu, disse que me conhecia...eu lhe disse: olha desculpa, mas em minha loja, passam cerca de 700 pessoas/mês...nem tento mais guardar fisionomia de ninguém...

Então ele se lembrou de onde nós nos conhecíamos...do clube...(eu tinha uns 12 anos...frequentei lá dos 12 aos 16).

Pegávamos o ônibus direto pro clube, todos os sábados e domingos as 08 horas, e saíamos de lá no ônibus das 19 horas...Ônibus SEMPRE lotado, a bagunça começava ali...lanche na mala, roupa de banho, toalha, sabonete, shampoo, creme rinse (naquela época era só creme rinse - cor de rosa)...blusa de frio e roupinha mais decente, porque as 15 horas tinha baile matinee.

O clube ficava afastado da cidade bem uns 30 quilometros. Chama-se ainda, Clube de Campo do ABC... fica na encosta de um dos morros que cerca a Represa Bilings...

Brincávamos o dia todo na piscina...tinha 3 trampolins...acredito que éramos em uns 10 adolescentes... um em cada trampolim e o restante se dividia nos cantos da piscina. Quando um pulava, o pessoal todo pulava atrás...Era moeda jogada no fundo da piscina (tinha 3 metros de profundidade). A gente ia lá pegar. Nadar na piscina toda... Não rolava namoro, ficar, nada disso...não era pra isso que a gente tava lá. Nem sabíamos, mas estávamos simplesmente desestressando.
O clube tinha também uma enorme área de jogos, pebolin, bilhar, ping pong....eu, naquela época fiquei viciada em bilhar...jogava bem, caramba.

Quem esteve hoje em minha loja, se chama Marcos e tem 45 anos...Olha, saudades, saudades mesmo. Honestamente não me lembro dele, fisicamente, mas me lembro que era muito bom. Me lembro da turma, mas não das pessoas, especificamente...

Olha, saudades mesmo...

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-

Costumo visitar muitos blogs, porém difícil eu deixar coments, principalmente do tipo, vai lá, me visita, me linka...coisa chata...mas vou fazer uma coisa que nunca fiz: VISITEM o blog: missisclof.blogspot.com...é um mundo a parte do nosso...relaxa e visita...eu adorei.

Dr. X: eu tô sabendo que vc tá no sítio, cachorro...se cuida...cuidado com os carrapatos...beijo.

E pra vocês, blogamigos, excelente fim de semana com os seus...Que Deus abençoe a todos rica e abundantemente.
Postado por Elisabete

5 comentários:

Mary disse...

É bete vc tem rasão,rever pessoas que gostamos é bom de mais.Amanhã dia 17 estarei saindo de viagem e vou rever muita gente querida que não vejo ja a muito tempo,principalmente meus pais. Vim desejar a vc,drx e toda familia de vocês um feliz natal e um ano novo repleto de coisas boas.
Que deus abençoe a todos. Beijo e até a volta.

dr x disse...

olha como vc sabe que estava no sitio heim!!!!!!!!!!eh vidente..
voltei hj tem niver na familia...
saudes

Epa conheço este clube abc

e mais um marcos..vixe

dr x

Márcia(clarinha) disse...

oi Bete!!
sempre faz muito bem sentir esse tipo de saudade,boas lembranças de um tempo igualmente bom!!
lindo findi pra vc também minha querida!!
beijossssss
Drzinho abandonou geral isso aqui né?? que pena,abraços pra ele...

Flávia disse...

Oi Elisabete! Muitíssimo obrigada pela visita e pela recomendação.
Em relação as lembranças, nossa, como é bom relembrar! Eu me amarro nisso, tanto é que levo bronca do meu marido porque tô sempre lembrando de alguma coisa bacana do passado. Ele fala bem assim: "Nossa Flávia, parece velhinha lembrando da infância."
Ah menino chato. Me deixa com as minhas recordações. Tem horas que fico rindo sozinha, lembrando das coisas boas. As coisas ruins, eu demoro mais ou menos, uns dois dias para deletar do meu cérebro.
Ah, chega! Exagerei! Fico lembrando, e escrevendo, e esqueço da vida.
Beijoks

Doutor X / Elisabete disse...

querida cheguei