15 de setembro de 2008

contra a corrente


Seguindo a corrente



Um velho homem bêbado acidentalmente caiu nas terríveis corredeiras de um rio que levavam para uma alta e perigosa cascata. Ninguém jamais tinha sobrevivido àquele rio. Algumas pessoas que viram o acidente temeram pela sua vida, tentando desesperadamente chamar a atenção do homem que, bêbado, estava quase desmaiado. Mas, miraculosamente, ele conseguiu sair salvo quando a própria correnteza o despejou na margem em uma curva que fazia o rio.



Ao testemunhar o evento, Kung-tzu (Confúcio) comentou para todas as pessoas que diziam não entender como o homem tinha conseguido sair de tão grande dificuldade sem luta:

- "Ele se acomodou à água, não tentou lutar com ela. Sem pensar, sem racionalizar, ele permitiu que a água o envolvesse. Mergulhando na correnteza, conseguiu sair da correnteza. Assim foi como conseguiu sobreviver."

2 comentários:

SuEli disse...

Boa Noite, meu amigo x

Com certeza que esta é a melhor maneira de sobreviver.

Deixar a vida fluir...um dia de cada vez...sem lutar, apenas se defendendo dos ataques, pois a natureza só se defende para poder sobreviver.

Uma abençoada noite para todos vocês,

Fiquem com Deus,

Beijos,

maria claudete disse...

Como não se sentir parte dessa corrente? lutar contra a maré vai de encontro às leis da natureza, na maioria das vezes é seguindo o curso do rio da vida que conseguimos sobreviver. abraços.