28 de setembro de 2006

Fazendo o que gosta

Fazendo o que você gosta

Geralmente parece que a ocupação dos outros é mais fácil e interessante do que a nossa ? e rende mais! As enfermeiras pensam que a vida dos médicos é fácil. Os vendedores acham que os gerentes de venda é que estão bem... e assim vai, até que se descobre que não existe trabalho perfeito.

Por que? Porque as pessoas só nos pagam para fazer o que não sabem ou não querem fazer. Se não houvesse nenhum problema a resolver, o nosso emprego não existiria. Agora, se você não gosta do que faz, tem duas opções: mudar de atitude ou mudar de emprego.

É comum as pessoas dizerem: ?se conseguisse um trabalho que não fosse repetitivo, eu seria feliz!?. Mas quase todos os trabalhos são repetitivos. Se você for secretária terá que digitar uma carta atrás da outros. Se for estrela de cinema, será obrigada a fazer uma tomada após a outra. Tudo repetição!...

Portanto há duas boas razões para que você dê o melhor de si. Primeiro porque quando a gente dá cem por cento, é mais feliz. Basta lembrar do tempo de estudante...e de como era bom ir para a escola nos dias em que você tinha feito toda a lição de casa ? e da melhor maneira possível. Você não se sentia bem mais entusiasmado? Não importa há quanto tempo você saiu da escola, o ?princípio da lição de casa? ainda se aplica...

Outra razão para que você dê o melhor de si: o universo tem lá seu modo de punir a preguiça e a arrogância..., é quando as coisas começam a ir por água abaixo. Pergunte ao executivo que subestimou o concorrente, ou ao pugilista que não levou a sério o adversário...

E mais, só existe uma palavra para designar o conceito ?dar o melhor de si o tempo todo?: profissionalismo.

Um bom exemplo disso são os taxistas. Alguns deles são capazes de tornar uma corrida num verdadeiro prazer; ao passo que outros a convertem num sofrimento sem fim... Eles fazem o mesmo trabalho repetitivo; então onde está a diferença? Os motoristas felizes têm uma filosofia diferente: eles são alegres e agradáveis porque sabem que prestam um bom serviço.

As pessoas que gostam do trabalho que fazem, acordam dizendo que naquele dia serão mais eficientes e mais cuidadosos do que no dia anterior. Nem sempre elas acertam na mosca, mas é o seu objetivo... Quem tem compromisso com seu trabalho, se dedica a um aperfeiçoamento constante...

E lembre-se: ser talentoso não basta, é preciso muito mais do que talento para chegar ao sucesso; e ficar.

(texto de Andrew Matthews no livro "Siga seu coração")

abraços

dr x

Um comentário:

Lindinha disse...

Sou completamente a favor disso... Nada de fazer as coisas por dinheiro, ou por status. Tudo que é feito com e pelo prazer é muito mais gostoso. E temos mais sucesso também.
Tem post novo lá em casa.
Quero tua opinião, tá?
Ótimo restinho de semana e um findi maravilhoso!
Beijo no coração...

?Decifra-me... ou devoro-te... Arrisque-se se for capaz."